Quem disse que não existem dificuldades em ser professora de Ballet para adultos…


Quem disse que não existem dificuldades em ser profissional do ballet, da arte da dança clássica, quando se quer fazer dela acesso universal?!

Outro dia uma aluna minha (dospassosdabailarina) fez um desabafo: porque o ballet clássico era a unica arte que ela não podia aprender sem precisar pensar em ser uma primeira bailarina do bolshoi, ou ser tratada desta maneira pelos professores… ou seja:

- se ela quisesse entrar para um conservatório de musica para aprender violão, ninguém lá a olharia feio se ela não fosse um violonista de grande talento;

- se ela quisesse aprender a pintar, que ela poderia faze-lo em muitas escolas e a expectativa das pessoas não seria de que ela se tornasse um van gogh…

- e por aí ela lapidou inúmeras outras possibilidades artisticas nas quais você aprenderia, poderia experimentar o fazer, e muitas vezes lapidar seu talento e trabalho… afinal gênios ao meu parecer nascem gênios…

O que eu acho?!

Que ela está certíssima.

Porque eu não posso entrar para uma aula de ballet clássico sem ter a pretenção de me tornar uma primeira bailarina?! Ou mesmo e se eu nem mesmo almejar subir no palco????

Diariamente tenho que me lapidar para este entendimento, pois quando eu recebo uma aluna talentosíssima no ballet adulto dá uma vontade de transformar… rsrsrs eu incentivo extrinsicamente, dou os instrumentos corporais necessários, posso falhar em algumas coisas, mas maestro ou mesmo professor completo são bem poucos… O intrinseco é particular e tem seu momento.

OU seja… 

Eu amo dar aulas de ballet clássico para adultos. Sabe por que?

Vamos lá…, rs:

1. Porque é o adulto, é você quem decide fazer, e ir à aula e também a não ir…

2. Porque é você quem me dá o caminhodaquilo que precisa para compreender o que preciso passar para a execussão e depois para o dançar…

3. Porque rimos dos problemas, choramos os problemas, e transformamos tudo isso em dança e em arte.

4. Porque podemos fugir um pouco ou muito ou totalmente de buscas pela perfeição tecnica, artistica e estilisticas em um ou muitos momentos.

5. Porque o maior desafio já enfrentamos que foi o de optar pela sala de aula com espelho, barra, pianista, ao invés de puxar ferro e andar de bicicleta ao som do bate estaca. (grosseiramente).

6. Porque temos a consciencia da transformação diária que acontece em nossos corpos muitas vezes encurtados pelo uso no dia a dia do trabalho, das posturas emocionais, da inadequada (mas muitas vezes unica possível) alimentação…

e muitos outros porques…

E o melhor… porque quando conseguimos eu, e vocÊ, fazer um exercício virar magia, virar dança… tudo isso aí de cima fica tão pequenininho…

Então o que eu digo hoje, quando me deparo com a dificuldade em continuar minha formação como professora de ballet é… sozinho se vai mais rápido, porém juntos mais longe.

Continuarei buscando aqueles que acreditam na importancia de possibilitar o acesso à arte do ballet clássico àqueles que desejam fazer dela mais que uma movimentação e uma dança, e sim um estilo de vida. Continuarei buscando um trabalho conjunto.

Porque eu não faço nem farei de qualquer jeito o acesso a esta arte que amo e respeito tanto, só porque a chance de formar um gênio da dança clássica seja menor porque trabalho com adultos (não digo e nunca direi chances nulas, pois a vida está ai nos mostrando a cada dia mais que trabalho, suor, humildade e empenho é que revelam os grandes talentos)…

 Eu tenho dentro da “minha” sala de aula mulheres e homens que já brilharam muito nos palcos como bailarinos clássicos e contemporâneos e isso além de uma grande honra é uma imensa responsabilidade. Pois estes homens e mulheres sabem perfeitamente o caminho do ballet… o caminho técnico e o caminho da vida…

E se voltaram… é porque está valendo a pena.

Obrigada!!!

"Encuentro" - bailarina Karen Ribeiro no solo: Ana Esmeralda

About these ads

14 Comentários

Arquivado em Uncategorized

14 Respostas para “Quem disse que não existem dificuldades em ser professora de Ballet para adultos…

  1. É isso aí! A grande questão não é seguir ou não o talento, mas poder escolher. A gente poder seguir o que quer, o que pode e o que o coração chama! ;)

    Doce beijo, minha querida.

    • balletadulto

      Abris espaços para que os mais diversos talentos apareçam, ou se mostrem… espero você mágica no palco esse ano, e nas aulas de pontas…
      Afinal… subir na ponta hoje você já sabe, agora vem treinar para poder DANÇAR NAS PONTAS!!!

      Um grande beijo,

      Ká Ribeiro

  2. É uma questão de mentalidade arcaica, advinda da falta de oportunidade. Quando se vive em um ambiente onde as oportunidades são escassas, os padrões de seleção se tornam tão rigorosos que esquecemos o papel fundamental de um artista: provocar o senso comum, questionar e quebrar certos conceitos obsoletos.
    O senso comum repousa sobre o dogma da bailarina perfeita. Ninguém questiona o conceito de perfeição adquirido pelo aprimoramento técnico ( sorte genética em alguns casos) ou pelo desempenho lírico. O que se questiona é a ditadura da perfeição aplicada a pessoas cuja motivação principal não é disputar a vaga de solista no ABT. O que se questiona não é o nível da aula (que muitas vezes segue ainda o conceito arcaico de que aula boa = aula difícil), mas sim para que público ela está sendo dirigida.
    Há a necessidade de equilíbrio para que a divulgação desta arte seja passada de forma clara, tornando possível a sua continuidade nos próximos séculos. Atualmente o ballet clássico atinge apenas um público que faz a associação ballet clássico=lago dos cisnes, sem compreender o quanto esse, e outros bailados, foram ousados em sua época. O excesso de virtuosismo faz com que o público espere pela perna mais alta e não pela mensagem que o movimento transmite. Aliás, qual a mensagem desses movimentos? São poucos os professores que realmente conhecem essa preocupação. Sua “visão artística” em muitos casos se resume a “combinar movimento com música”, quase como um analfabeto que se comunica apenas por desenhos. O movimento como questionamento está deixando de existir. Somos agora perseguidores das pernas altas e quantidade de piroettes. A técnica permite? Claro! Sempre existirá alguém fantástico, alguém diferente. Mas se pautar única e exclusivamente no rigor técnico como seleção é jogar fora pessoas que podem não ser grandes intérpretes, mas bons diretores artísticos, bons coreógrafos, bons divulgadores da dança clássica, bons professores.
    Se você sente necessidade de aprender, procure quem tem necessidade de ensinar. Não procure por aqueles que se apegam ao conhecimento como se este fosse um título de nobreza transmitido geneticamente. A arte pertence ao ser humano e a mais ninguém.

    • balletadulto

      Karin, querida bailarina Karin,

      Nossa conversa sábado advinda deste recém postado artigo me fez pensar em muita coisa. Muita mesmo… obrigada com certeza você não veio por acaso, como nenhuma de minhas pupils, mas com certeza você após tanta busca decidiu ficar na casa de artistas…

      Buscarei sim aqueles que desejam ensinar assim como eu desejo aprender, uma vez que na “minha” sala de aula virão pessoas aprender numa troca mutua e continua de aprendizado e ensinamento!!!

      beijo e obrigada pelos nomes e numeros!

      Ká Ribeiro

  3. Ana Ferreira

    Fico feliz por ver que algumas professoras se preocupam com isso, uma antiga professora minha declarou durante uma aula que não adianta começar tarde no ballet clássico, e fez mais algumas observações que acabaram levando uma amiga minha cair em pranto. Fiquei chocada, em compensação minhas professoras atuais são bem dedicadas, e jamais fariam uma declaração dessas porque compreendem o que está escrito nesse post.

    Bjs

    • balletadulto

      Querida Ana,

      Que bom que os professores estão mudando… ou melhor se transformando.
      E smepre para melhor poderemos ter um melhor consenso, uma espaço aberto para críticas e crescimento conjunto em busca do bem maior da arte clássica!

      Acredito que vem por aí um grande movimento de mudança, que somos instrumentos dele.

      Um movimento que advém de estudo, tecnica e de não se deixar perder um arte que é clássica de fato.

      um grande beijo,

      Ká RIbeiro

  4. Ana

    Uau! Estou muito feliz de encontrar uma pessoa q pensa como eu, e pelo q vejo, vc é professora tb!! Me deu vontade de ir ter aulas com vc. Dediquei meu dia a fuçar na net e achei esse blog linkado em um outro blog q conheci hj de manhã. Vc teria um contato?

    • balletadulto

      Olá Ana!
      Boa Tarde!
      Sou professora sim, e ministro aulas no Studio Ana ESmeralda! Venha sim fazer uma aula conosco! Será um grande prazer!
      As aulas para você seriam segundas, quartas e sextas das 19h as 20h30!

      Um grande beijo,

      Ká Ribeiro

  5. Ana

    Lendo seu comentário vejo como estou trabalhando demais. Diariamente (menos domingo, ufa!) eu ministro minhas aulas em 3 escolas e mais algumas particulares. Preciso realmente achar um tempo para isso pois acredito que um bom profissional deve estar constantemente se reciclando. Seria possível 1 vez por semana, acho que consigo conversar com minha chefa e liberar a sexta, vou tentar isso. Minha grande dificuldade sempre foi achar um professor que acreditasse em mim (por incrível q pareça isso só ocorreu 3 vezes em 10 anos), ah sim tenho milhares de dificuldades.
    Desculpe a grande novela, rs, me empolguei demais com tudo, me identifico por exatamente viver a mesma condição na pele. Pois além de bailarina adulta tb dou aula para adultos, enfim… Tento eliminar totalmente alguns comportamentos extremamente preconceituosos q vejo por aí, nocivos aos corpos e almas dos adultos e muitas vezes das crianças tb, sem contar a falta de perspectiva/chances. E ainda pior conheço jovens professores de ballet que não gostam de ballet e o fazem apenas pela questão monetária, o q considero o fim. Amei o espaço, gostaria de trocar idéias sempre se possível, e obrigada mesmo!! (e vou revirar minha agenda para ir)
    beijos

    • balletadulto

      OLá Ana!!!
      Imagina, quando encontramos parceiros a sensação de estar em casa é relaxante e nos traz a possibilidade de continuar andando e de chegar mais longee mesmo que mais devagar, pois daí a gente pode REFLETIR no caminho!!!

      Venha sim fazer aula pelo menos 1x semana, e na sexta vc vai amar pois a aula é com pianista!!!

      Estou te esperando Ana!!!

      um grande beijo,

      Ká RIbeiro

  6. DEISE CRISTINA

    Estudei ballet por mtos anos qdo menina e depois jovem, porém optei por outra profissão e com a escassez de tempo acabei me afastando das aulas de dança. Ocorre que a minha paixão pelo balé continua até hoje. Choro só de assisitir uma aula!! Gostaria muito de voltar a fazer aulas, mesmo sabendo que meu corpo não responderá mais como já foi um dia, mas na minha cabeça ainda danço tão lindamente…
    Tenho visto que algumas escolas estão abrindo turma para adultos sem pretensões profissionais e isto me alegra muito. Vou procurar encontrar em minha cidade uma destas aulas e assim voltar a desfrutar do prazer da dança que só uma bailarina conhece.
    Abraço

    • balletadulto

      Deise Querida!!!

      Se você morar em São Paulo, eu terei um enorme prazer em recebe-la em minha sala de aula!!!
      Ja que adudei você a resgatar seu sonho, vamos em busca de uma escola para que você agora o transforme em realidade!!!
      Onde você mora??? Visite o blog da Cássia – dospassosdabailarina, que lá ela indica um montão de escolas!!!

      grande beijo iluminado no coração!!!

      Ká Ribeiro

  7. heydi

    Ballet Adulto é TDB.

    • balletadulto

      NOssa Heydi….!!!

      Amei tudo o que ouvi, pois não foi ler foi uma conversa! Obrigada e uma pena que deu a sumida, mas volte!!! Todos fazemos parte de um grande conjunto onde o mais importante não é ter razão… é trocar conhecimentos.

      Uma frase minha – “ensine do modo como deseja aprender”.

      Um grande beijo iluminado no coração,

      Ká Ribeiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s