Arquivo do mês: outubro 2012

Passos de Ballet Clássico para Adultos.


Hum?!

Tem passos específicos?!

rsrsrsrsrs não… e sim…

Os passos aos quais eu me refiro são esses:

Aquecimento

1. Coragem.

Coragem que se tem de enfrentar a cara torta das pessoas quando você diz que precisa sair mais cedo ou chegar um pouco mais tarde no trabalho, ou simplesmente sair no horário porque vai fazer ballet.

Coragem de enfrentar seus próprios preconceitos na frente do espelho e encarar que aquela menina de 15 está só no coração e não mais na cintura, coxa, costas, braças…

Coragem para se permitir aprender e ter a humildade de entrar numa sala de aula sem nada, sendo apenas você e sua essência.

 

2. Força de vontade.

Serão inúmeros os percalços. Vai aparecer muita outra coisa para fazer quando os maiores desafios lhe forem propostos.

Mas você tem que proporcionar esse tempo real e o tempo emocional. Porque… porque sonhar é fácil, todo mundo sonha, mas transformar sonho em realidade… ah, aí sim é preciso força de vontade.

Barra

3. Perseverança.

O Ballet não é fácil. E é MUITO diferente de tudo que estamos (nós adultos) acostumados a fazer diariamente.

É outro encaixe, é uma força inexplicável porém que não é a força que estamos acostumados a fazer.

É crescer diariamente (e literalmente). Não pode fazer nada para baixo.

A gente empurra o chão para fazer a coxa alongar, sobe o estômago para as pernas poderem ter espaço para se movimentar de forma esticada e firme. E então poder começar a sair e dançar….

4. Dedicação.

Acertar uma vez no ballet é a mesma coisa que nada é preciso se reinventar todo dia mudar o físico todo dia, porque acertar uma vez pode ter sido “sorte”, porém no ballet a excelencia deve ser algo diário e comum. Vc tem que procurar ser o seu melhor todo dia.

E ser esse melhor é se permitir errar para poder aprender o certo.

É se permitir se ver torta até se acertar… e continuar treinando para a cada dia estar mais linda e menos torta, rsrsrsrs.

Não adianta ter um deadline curto e se dedicar pouco. Quanto mais melhor. Então uma vez na semana nem adianta… NÃOOOOOO CLARO QUE ADIANTAAAAAAAAA, concorda que é melhor que nenhuma??????

4. Vida

Leve para sua vida os conhecimentos que adquire no ballet.

Vc vai deixar de ser um ser humano comum que anda em en dedans. O bailarino anda e para em en dehors… tem braços mais leves, feições mais delicadas, mesmo sendo um ogro ou uma fiona!

Não ha treino no ballet que se restrinja a sala de aula. BALLET É ESTILO DE VIDA.

Centro e diagonais

5. Avance.

Não fique parada. Avance cada dia mais. Não tema perguntar, tirar suas dúvidas. Porque é difícil a arte da coordenação motora geral do ballet.

É necessário dissociar todas as partes do corpo e associa-las de forma diferente. Mas É POSSÍVEL. Avançando de pouquinho em pouquinho.

Erre diferente a cada dia!

6. Escute.

Muitas vezes a gente não escuta o que nosso professor está dizendo. E é sério, sou professora e também sou aluna sei de ambos os lados o que estou dizendo.

Se seu professor estiver falando com vc escute-o e faça exatamente o que ele está te sugerindo… ele não é professor a toa (ou se for vc pode muito bem buscar outro)… AS vezes é necessário refazer um pé no chão para que o maior saia… O ballet é a arte do mínimo! Faça as menores coisas muito bem feitas é isso que ele vai te dizer! ❤ E então as grandes coisas acontecem! ❤

CODA

Repita repita repita. Arrume-se, permita-se, dance. Faça a aula sorrindo. Ouça a música. Sinta os movimentos. O ballet é uma arte e uma arte musical. E transforme o mínimo que souber fazer nisso, nessa arte. ❤ E dance!

E lembre-se: calcanhar para frente, sempre. Sempre. E pese seu calcanhar para que as finalizações sejam limpas e belas.  O final é o que o público leva. Mesmo que esse público seja você refletido no espelho da sala de aula!

Me escreva suas dúvidas sobre como fazer algum passo e eu dentro do possível te ajudarei! O que acha?!

E aqui em baixo um depoimento de como tudo isso começou! ❤

Anúncios

42 Comentários

Arquivado em Uncategorized