Sobre como falar! Aprendendo sempre!


Você já pensou em como fala e como te entendem?
Como professora passo e penso nisso todos os dias!

Coisas aparentemente simples como para frente, frente, para trás, trás, ao lado, para o lado, na diagonal… desce, sobe, para fora, para cima, apresentam tantas compreensões que chega a ser engraçado compreender todas.

Sair de nosso próprio saber para ensinar, ir além de nosso mundinho para chegar no mundinho de uma outra pessoa e quando o desespero bate de uma classe cheia!

Tentar compreender o que o aluno entende como fora, como dentro, como força, como alongamento…

No adulto então, fica mais desafiador, porque ele já registrou seus entendimentos e propriocepções de tudo isso…

Deitamos no chão, fazemos firulas, contamos contos, na tentativa de empatizar conhecimentos!
E assim transformar os corpos para as posturas do ballet!

Todo mundo sabe como um pincel age. HÁ! Mas se seu pé nunca pincelou parece que você não tem pé… muito menos dedos… e o quadril??????????? ai meu Deus!!!

kkkkkkk é muito bom depois de adulta recomeçar a conhecer o corpo através do ballet!!!
Descobrir músculos, movimentos, oposições… reconstruir a programação de: levanta, senta e anda. Passar a descobrir cada detalhe do corpo…

Mais que dançar o ballet nos ensina mais sobre nós mesmas (os).
A dança nos permite, na maturidade, uma redescorberta… ou um conhecimento que nunca haviamos pensado…

É mulherada e homens!
Quando a gente acha que sabe algo sobre nós mesmos, vem a dança e nos mostra com sua lente de aumento, que só a arte proporciona, um corpo totalmente inexplorado. Uma alma Virgem.

E de repente a gente tem vontade de mergulhar sem piedade nesse tal ballet! Só porque ele faz a gente se mergulhar na gente… Naquela hora… naqueles minutos seremos só nós conosco. e a voz insistente e desafiadora do professor que acredita muito mais em você do que você jamais ousou sonhar acreditar para fazer algo que jamais ousou fazer!

Ah esse amor pela barra… pelo linóleo… pela sapatilha, pelo collant, pela malha… por nós mesmos…

É por isso que o ballet apaixona.
Ele desafia a nós mesmos… independente de onde chegaremos, ganhar aquele minimo diário que nunca ousamos sermos capazes é avassalador!!!

E dai sonhar a realizar aquela bailarina de tutu, coroas e pontas… aquele bailarino que voa e conduz… é um presente nossos para nós mesmos…

pedimos desculpas se quando nos apaixonamos por nós mesmos nossos olhos começam a brilhar diferente, se começamos a falar mais da gente, e de nossas conquistas mínimas com triunfo de tochas olímpicas!

O ballet nos empodera de nós mesmos!
Por isso o ballet é tão recomendado, e tão desestimulado… pessoas empoderadas dão muito mais pano pra manga!

Pensa nisso!
Vem dançar com a gente!
Paixão sem limite para que se se apodere de você!!! E se empodere de você!!!

O texto começou de um jeito e terminou empoderado!!!
me escreve! balletadultokr@gmail.com
te espero!

Parcerias do Ballet Adultokr:
Mundo Bailarinístico
Nana Pereira Pilates e Ballet
Eryn Santos
Poème Dança
Vivaz Brasil
Estúdio Miosótis – Expressões do Corpo
Biju Ballet

ballet adulto karen ribeiro2
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s