Arquivo da tag: ballet classico

Ady Addor no Ballet Adulto KR!!! Master class!!! Imperdível!


Ady Addor no Ballet Adulto KR!!! Master class!!! Imperdível!

Neste sábado as 13h!
Master Class
Aula Avulsa: R$50,00
Alameda Sarutaiá, 113-B – Jardins

Anúncios

Deixe um comentário

31 de janeiro de 2014 · 23:09

Dúvidas sobre ballet – começar mais velha, onde vai dar?!


Boa tarde!!!

Faz tanto tempo que eu não paro para escrever… me desculpem!

Esse ano foi de muita atividade para nós, por isso a falta de tempo de postar!!!

Bom, fui olhar os comentários a serem aprovados e me deparei com muitas questões semelhantes…

A maioria delas sugerem que a pessoa não leu o post apenas o título e na ansiedade já mandou o comentário…

O grande problema de posts grandes em blogs! rs

A outra parte são perguntas sugestivas, as quais já foram respondidas, ou tentarei responder aqui.

Como todos sabem esse blog é de uma escola, pioneira na especialização do ensino de ballet clássico para adultos. Ou seja, aqui nossos professores (eu e o Carlos Oliveira, e professores convidados) ministram aulas para adultos apenas. Nossa média de idade entre alunos é de 36 anos. Ou seja a mais nova tem sim 14 (e é a única da escola 😉 e a mais velha hoje tem 66 anos!

Nossa especialidade é o aluno que nunca fez ballet, ou que fez quando era criança e agora resolveu voltar… ou começar do zero!

Das 37 aulas atuais em nossa grade, 20 são destinadas ao básicos! Para nós os básicos 1 são o “Básico Essencial”, aqueles primeiros conhecimentos que farão toda a diferença, o básico 2 quando a postura já está melhor, e em seguida vem os iniciantes para os iniciados.

Não temos turmas de crianças, nem de adolescentes. E a única outra modalidade que você em nossa escola é o flamenco pela união com o Studio Ana Esmeralda, também voltado apenas para adultos.

Ah mas você acha mesmo que alguém aí será bailarino profissional?! 

Eu? Ensino com a seriedade que é ensina em escolas de qualidade. Mesmo que nosso objetivo aqui seja entretenimento de qualidade e arte de verdade. As grandes cias tem idade limite máxima para admitir seus funcionários. E então começar mais velho tira de você a data limite para entrar nessas cias! 

E outra, quando alguém coloca sua filha no ballet dificilmente está almejando que aquela garitinha de 10 anos tenha que decidir a vida dela naquele momento para se tornar uma bailarina clássica profissional! Vc quer que ela se divirta, aprenda, se desenvolva tecnica e corporalmente dentro de uma arte. Ou seja porque perguntar onde vc irá chegar no ballet, se ao entrar em um curso de violão, tango, artes plástica você não se questiona se se tornará um grande artista profissional nisto ou naquilo.

Mas você está dizendo que dá para se divertir e fazer ballet? Claro!

O ballet é uma arte que se complementa como atividade física de alto gasto calórico!

Nós aqui no BalletAdultoKR desenvolvemos nossas aulas pensando no aluno adulto, que tem muitas vezes dificuldade de frequentar mais que 1 ou 2 vezes na semana as aulas, que tem dificuldade de fazer qualquer outro exercício físico… Ou seja tudo o que fazemos e estudamos é pensado para melhorar seu desempenho na arte e na atividade física.

Então aqui o máximo que podemos dizer da pergunta “onde vai dar”, ou seremos “profissionais?!” é… vc poderá dançar conosco em nossas apresentações… em festivais para experimentar palco e porque gostamos dos aplausos… mas se você não quiser é num corpo que ganhará um repertorio postural e cultural diferente, num sorriso de superação a cada aula… enfim… você vai chegar a ser diferente do que foi quando entrou. Sem magia, nem lendas, o ballet é para todos.

(isso vai dar o que falar!)

Bom, a outra pergunta muito frenquente vem de meninas de 12 e 14 anos perguntando se é tarde para elas começarem o ballet para serem bailarinas profissionais, e no maioria dos casos de garotas que moram em lugares que não oferecem cursos de formação…

Minha resposta é a mesma sempre: não tem como se tornar médico sem passar por todas as etapas e se graduar na faculdade de medicina, nas pós exigidas pela profissão e então ir em busca de seu trabalho remunerado. O ballet é como toda outra profissão, mas no Brasil um pouco diferente porque o campo de trabalho oferecido é menor! Tanto para bailarinas e bailarinos, como para professores, coreógrafos, ensaiadores…

Então não vale a pena sonhar? Sonhar é sempre combustível para caminharmos em direção de realizar nossos sonhos. Mas ficar sonhando sem se mexer, desculpem, não leva ninguém a lugar algum, certo?

Outra pergunta bem frequente é: tenho 12 anos, poderei abrir “espacate” algum dia?!

Bom, independente da idade, com treino frequente a anatomia de nosso corpo permite a “escala”de 180 graus frontal. Mas tem que treinar sempre, não desistir, não ter medo de sentir dor e principalmente de suporta-la no momento do alongamento.

No ballet nada é fácil e para tudo temos que suar muito até mesmo para aqueles que tem o físico aparentemente pronto. Porque no ballet nada está pronto nunca e sempre precisamos suar, trabalhar, fazer força, suar, trabalhar, fazer força…. rsrsrsrs

 

Então… o que deixo desta minha entrada rápida é: sim o ballet é para todos. Não, nõa serão todos que serão bailarinos profissionais, mesmo começando pequenino (a), e quer chegar a algum lugar (e isto serve para a vida): trabalhe muito. Sue. Se dedique. Quando achar que tá bom, vá além. Quando estiver exausta, trabalhe mais. Essa diferença entre o exausto e continuar farão diferença no alcance de seus objetivos!!!

 

Um beijo grande e até mais pessoal!!!

 

Karen Ribeiro

Imagem

Nesta foto, eu e meus bailarinos lindos e adultos a maioria iniciantes!!! ❤

ë mais fácil dizer que não dá, porque para dar certo tem que trabalhar muito e suar muito!!! E eu? Eu sou do time dos que trabalham!!!

Beijo grande e um Natal muito iluminado, cheio de boa energia!!!

 

6 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Calendário de Inverno do BalletAdultoKR® – Venha se aquecer com a arte do ballet!


Já programou seu inverno?!
Que tal sair das cobertas, e transformar seu sonho em realidade?!

A primeira escola de ballet clássico para adultos da America Latina tem a honra de apresentar seu calendário de inverno com grande mestres!

Nossa maestra Natalia Zentchemkova vai para a Russia e retorna em agosto com as energias renovadas e muito mais trabalho para nós!
Enquanto isso ficamos no Brasil com grandes nomes: Katiah Rocha e Dna. Neyde Rossi!

Enquanto isso eu e Carlos Oliveira levamos nossos alunos do nível mais básico (para quem nunca fez e até mesmo achou que era impossível começar “neste idade” ou com “este peso”), a sua formação com muita tecnica e amor!

Não perca nenhum oportunidade que a vida lhe oferece!
Venha nos conhecer!!!
Beijo grande!

Karen Ribeiro
(11) 3884.4430
karen@balletadultokr.com.br

2 Comentários

2 de junho de 2013 · 21:54

Velha demais para viver?!


Velha demais para viver?!

Você ouve milhares de pessoas fazendo milhares de cursos, profissionalizantes ou não, e não importa se vc é “gorda”, “velha”, “pobre”, “desajeitada”… Importa a sua vontade, seu empenho e sua dedicação.

Mas quando o assunto é ballet as pessoas torcem o nariz se vc não é a russa com o DNA alterado para ser perfeita. Ou seja a perfeição é realmente um sonho de consumo até daqueles que nada entendem de ballet.

O ballet é uma superação constante, um treino interminável, a busca pela perfeição do mínimo… E independe de todos os fatores citado acima como para todo e qualquer outro curso, aperfeiçoamento ou seja lá o que for.

Hoje eu estava MUITO CANSADA. Sim estava… estou, sei lá… Mas minhas alunas me tiram esse cansaço… mesmo que eu esteja mais curta no humor, rs.

Hoje vi meninas-mulheres chorando, rindo, sofrendo, velhas, gordas, desajeitadas, pobres, ricas, novas, magras, talentosas, com história ou construnindo uma nova… enfim hoje TODAS e TODOS se superaram.

E eu fiquei muito orgulhosa. MUITO.

Mesmo na bronca do vc não tem que gostar do passo, na fala mimada do eu quero fazer ballet gostoso (ballet não é gostoso, rs), do escute que eu posso te ensinar. Pare de falar.

No riso nervoso da emoção da baby linda e gordinha hoje mulherão subindo nas pontas, da ex aluna da EDASP voltando perfeitamente as pontas com a mesma emoção da primeira vez… Do grupo todo se abraçando… e de todas lindas executando e sentindo cada movimento e na “valsa de Naila”treinando seus primeiros “burres”…

Do grito ardido do fecha a quinta, da aula de abraço para amenizar uma dor, da vontade constante de se superarem, do sorriso de gratidão da correção feita… do agradecimento por existir vc e sua escola.

Da turma vampira que quer sangue e dor e de uma nova subida sublime de pontas… e de ouvir de todas que vc é o exemplo… vc gorda, velha e desajeitada, só que não. Vc bailarina, assim como todas e todos seus alunos.

Vc que investe e é investida: de tecnica, ensino, troca, amor e amizade.

E vc que ve mulheres, doutoras, brincando de serem irmãs… buscando seus similares, mulheres que se permitiram buscar em si seus sonhos, e se permitiram sorrir sem ter o estigma da perfeição. Mulheres pares, mulheres lindas, homens lindos… BAILARINOS.

Reverance a todos vocês que superam suas próprias críticas e aceitam fazer tudo de propósito.Imagem

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

O tempo e a arte do ballet clássico.


Recebo muito e-mail perguntando em quanto tempo a pessoa conseguirá, abrir um espacate, girar piruetas, ter um balance perfeito, dançar uma variação, subir nas pontas…

Não existe resposta se não existir muito treino, e esse tempo será relativo a tantos fatores…

Ser magra, longelínea, esforçada apenas não adianta. As bailarinas do Bolshoi treinam durante anos de 8 a 12h por dia. POR DIA. Nossos alunos geralmente farão em sua maioria 2 a 3 aulas de 1h30 na semana.

Caberá ao professor da o seu melhor, saber cobrar, nunca parar de estudar. Ainda mais quando se fala de adulto.

O aluno adulto é diferente. Ele chega cheio de estigmas, pre-conceitos, e muitas outras buscas que vão além de fazer ballet. Vão reconsquistar seus próprios valores, vão se dar um desafio que sempre fica na tenue linha frustração x conquista, competição com seus sonhos x sua realidade… Vão com problemas mil na cabeça esperando que naquele momento ele consiga se concentrar apenas nele mesmo… e sim ele querem dançar, eles querem pontas e mais do que ninguém querem perfeição.

Saber sustentar tudo isso é o que o professor do aluno adulto precisa se especializar além de compreender que o corpo do aluno adulto é diferente, mas não mais dificil ou mais fácil, diferente, e cada aluno também é diferente um do outro.

Em todos esses anos que passei a dar aulas de ballet para adultos já pequei na ansiedade, na forma de fazer uma correção, na defesa, no avanço… E juro que quanto mais eu cresço como professora foi porque ouvi meu aluno e não parei de me especializar, seja na arte do ballet (também sou aluna adulta e me imponho desafios grandes e diferentes a cada etapa de meu aprendizado), seja no estudo do comportamento humano.

É ir além do que sonhamos, ou do que achávamos que seria necessário. 

Pois nosso aluno quer e merece a melhor aula, o melhor que pudermos dar e ballet de verdade!

Mas existe um item que ajuda e muito… um texto meu que publiquei no facebook semana passada:

 
Quando a espera não é tormento é a lição do Sr. Tempo…

Não custa esperar passar, chegar… na verdade quando queremos tudo para ontem acho que nõa estamos prontos para receber de fato aquilo que pedimos. Mesmo quando pedimos “faça a sua vontade”.

Eu passei a viver cada dia de uma vez e aprendi que organização apenas faz com que esse dia seja mais tranquilo, e que o tal Sr. Tempo fica mais ameno…

Ensaios começaram ontem e já estão rascunhando um lindo crescimento de uma escola que vai fazer só 4 anos, mas que tem muita história para contar.

Um passo de cada vez, retroceder para avançar… repetir, repetir, repetir. Humildade no passo, na emoção, no carinho, no querer.

Crescer é legal. To gostando… passar as fases podem doer, mas sempre que o tal do Sr. Tempo ganha nossa atenção essa tal fase passa mais rápido do que imaginamos!

Reservem as datas de 17 e/ou 18 de abril, prometemos dançar com muito amor e dar nosso melhor para a arte que sustenta nossa alma e constrói nossos passos. ♥

Bom dia ao primeiro domingo de ensaios!

BalletAdultoKR® – Seu sonho levado a sério.
Venha fazer parte desta realidade!
(11) 3884.4430
karen@balletadultokr.com.br

studio@anaesmeralda.com.br

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

5 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Passos de Ballet Clássico para Adultos.


Hum?!

Tem passos específicos?!

rsrsrsrsrs não… e sim…

Os passos aos quais eu me refiro são esses:

Aquecimento

1. Coragem.

Coragem que se tem de enfrentar a cara torta das pessoas quando você diz que precisa sair mais cedo ou chegar um pouco mais tarde no trabalho, ou simplesmente sair no horário porque vai fazer ballet.

Coragem de enfrentar seus próprios preconceitos na frente do espelho e encarar que aquela menina de 15 está só no coração e não mais na cintura, coxa, costas, braças…

Coragem para se permitir aprender e ter a humildade de entrar numa sala de aula sem nada, sendo apenas você e sua essência.

 

2. Força de vontade.

Serão inúmeros os percalços. Vai aparecer muita outra coisa para fazer quando os maiores desafios lhe forem propostos.

Mas você tem que proporcionar esse tempo real e o tempo emocional. Porque… porque sonhar é fácil, todo mundo sonha, mas transformar sonho em realidade… ah, aí sim é preciso força de vontade.

Barra

3. Perseverança.

O Ballet não é fácil. E é MUITO diferente de tudo que estamos (nós adultos) acostumados a fazer diariamente.

É outro encaixe, é uma força inexplicável porém que não é a força que estamos acostumados a fazer.

É crescer diariamente (e literalmente). Não pode fazer nada para baixo.

A gente empurra o chão para fazer a coxa alongar, sobe o estômago para as pernas poderem ter espaço para se movimentar de forma esticada e firme. E então poder começar a sair e dançar….

4. Dedicação.

Acertar uma vez no ballet é a mesma coisa que nada é preciso se reinventar todo dia mudar o físico todo dia, porque acertar uma vez pode ter sido “sorte”, porém no ballet a excelencia deve ser algo diário e comum. Vc tem que procurar ser o seu melhor todo dia.

E ser esse melhor é se permitir errar para poder aprender o certo.

É se permitir se ver torta até se acertar… e continuar treinando para a cada dia estar mais linda e menos torta, rsrsrsrs.

Não adianta ter um deadline curto e se dedicar pouco. Quanto mais melhor. Então uma vez na semana nem adianta… NÃOOOOOO CLARO QUE ADIANTAAAAAAAAA, concorda que é melhor que nenhuma??????

4. Vida

Leve para sua vida os conhecimentos que adquire no ballet.

Vc vai deixar de ser um ser humano comum que anda em en dedans. O bailarino anda e para em en dehors… tem braços mais leves, feições mais delicadas, mesmo sendo um ogro ou uma fiona!

Não ha treino no ballet que se restrinja a sala de aula. BALLET É ESTILO DE VIDA.

Centro e diagonais

5. Avance.

Não fique parada. Avance cada dia mais. Não tema perguntar, tirar suas dúvidas. Porque é difícil a arte da coordenação motora geral do ballet.

É necessário dissociar todas as partes do corpo e associa-las de forma diferente. Mas É POSSÍVEL. Avançando de pouquinho em pouquinho.

Erre diferente a cada dia!

6. Escute.

Muitas vezes a gente não escuta o que nosso professor está dizendo. E é sério, sou professora e também sou aluna sei de ambos os lados o que estou dizendo.

Se seu professor estiver falando com vc escute-o e faça exatamente o que ele está te sugerindo… ele não é professor a toa (ou se for vc pode muito bem buscar outro)… AS vezes é necessário refazer um pé no chão para que o maior saia… O ballet é a arte do mínimo! Faça as menores coisas muito bem feitas é isso que ele vai te dizer! ❤ E então as grandes coisas acontecem! ❤

CODA

Repita repita repita. Arrume-se, permita-se, dance. Faça a aula sorrindo. Ouça a música. Sinta os movimentos. O ballet é uma arte e uma arte musical. E transforme o mínimo que souber fazer nisso, nessa arte. ❤ E dance!

E lembre-se: calcanhar para frente, sempre. Sempre. E pese seu calcanhar para que as finalizações sejam limpas e belas.  O final é o que o público leva. Mesmo que esse público seja você refletido no espelho da sala de aula!

Me escreva suas dúvidas sobre como fazer algum passo e eu dentro do possível te ajudarei! O que acha?!

E aqui em baixo um depoimento de como tudo isso começou! ❤

42 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Um pouquinho de mim por Mia Lopes!


 

Estou um pouco ansiosa. Pouco pode ser considerado diminutivo, rs.

Vamos dançar no Festival Dança Paraty, como conjunto clássico profissional (por causa da idade de nossas bailarinas nõa podemos nos inscrever como amadores, a idade limite para amadores é 18 anos,rs)… Ou seja adulto que começa ou faz ballet não é amador mesmo!

Alunas com 1ano de estudos em ballet clássico vestirão suas pontas e figurinos, abrirão o sorriso despretencioso de quem está indo dançar por que gosta e faz bem feito. Não estamos indo pela competição apenas para nós mesmos, para o publico que virá que é possível levar a sério e ser muito bem feito independente da idade e outros “tabus” do ballet clássico.

Nesses ultimos dias provoquei choros espontâneos, da mistura do MEU EU TO INDO, CARA TA DANDO CERTO, PUTA MERDA – EU TO LÁ. Cara é sério mesmo… , com o medo de errar, com o medo de decepcionar, com o medo de sustentar tamanha conquista.

Provoquei o choro para troca-lo pela alegria e leveza que vemos todos os dias em sala de aula.

JULIANA LOYOLA

KELLY PESSOLATO

CAROLINA SHIRAIVA

PAULA BAMBINO

FÁBIO SANTOS

VIVIAN PEREIRA

JIOVANA WUO

MARIANA LESSA

Parabéns. Parabéns por enfrentarem seus medos, irem além de seus sonhos! Aceitarem o desafio de estar sempre se superando. Saibam que hoje vocês representam um monte de mulheres e homens que estão buscando realizar seus sonhos na arte do ballet clássico! Parabéns!!!

E nessas idas e vindas aparecem anjinhos para me fazerem acalmar e respirar fundo… um desses foi a Mia Lopes que fez um ensaio nõa programado maravilhoso de algumas horinhas de trabalho do meu dia…

 

beijo grande, Ká RIbeiro

 

meus pés...!!!

 

11 Comentários

Arquivado em A DANÇA: BALLET CLÁSSICO SEMPRE!, Diário de uma professora de BALLET CLÁSSICO PARA ADULTOS...